O que são as Olimpíadas de Química

São certames científico/culturais para estudantes, tendo caráter competitivo com foco em Química e participação voluntária. Ocorrem anualmente em cerca de 80 países e, juntamente com as Olimpíadas de Física, Matemática, Astronomia, Robótica, Ciências, etc., recebem a denominação geral de Olimpíadas de Conhecimento. 

No Brasil são oferecidas Olimpíadas de Química a estudantes dos seguintes níveis:

  1. séries finais do ensino fundamental - Olimpíada Brasileira de Química Júnior - OBQJr;
  2. ensino médio - Olimpíada Brasileira de Química - OBQ;
  3. ensino superior - Olimpíada Brasileira do Ensino Superior de Química - OBESQ

Etapas das Olimpíadas de Química

Olimpíada de Química do Estado de São Paulo (OQSP)


Os estudantes de ensino médio (e séries finais do ensino fundamental) matriculados no Estado de São Paulo dispõe de quatro vias de acesso à Fase II - Final da OQSP, detalhadas na aba PARTICIPAR! do site da OQSP na AllChemy. A Fase I da OQSP começa em setembro e o exame da Fase II - Final é aplicado no 1º ou 2º sábado de junho. Os 56 vencedores recebem medalhas e são inscritos na Fase III da OBQ.

Olimpíada Brasileira de Química (OBQ)


A OBQ é desenvolvida em 6 Fases, sendo estaduais as Fases I e II. Os vencedores de todos os estados participam da Fase III, um exame nacional que define os vencedores da OBQ. Os vencedores da Fase III - modalidade A prosseguem competindo para definir, ao final da Fase VI, os representantes do Brasil nas olimpíadas internacionais.

Olimpíada Ibero-americana de Química (OIAQ)


A Olimpíada Ibero-americana de Química é um concurso entre estudantes ibero-americanos que se realiza, a cada ano, no mes de setembro ou outubro, em um dos 15 a 17 países participantes. A delegação brasileira, via de regra, alcança a mais alta pontuação entre delegações participantes da OIAQ e as conquistas dos estudantes pauilistas são elencadas no final desta página. Para compor a delegação brasileira é necessário se classificar da Fase VI da OBQ.

International Chemistry Olympiad (IChO)


A Olimpíada Internacional de Química é realizada anualmente no mês de julho em um dos cerca de 80 países participantes. O Brasil detém muitas medalhas de bronze e prata da IChO e, em 2018, conquistou duas medalhas de ouro (veja resultados dos paulistas no final desta página). A delegação de estudantes de ensino médio que representa o país na IChO é escolhida na Fase VI da OBQ. Para participar da OBQ – Fase III é necessário classificar-se entre os 56 vencedores de um dos estados do país ou reunir mais de 80 pontos na OBQJr.


Quando Começou ?

Origens da OBQ

Por iniciativa do Instituto de Química da USP, com o apoio da FAPESP, da Secretaria da Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPQ, foi realizada em 1986 a primeira Olimpíada de Química no país. O evento evoluiu até contar com a participação de estudantes de cinco estados em 1989, sendo suspenso no ano seguinte.

A OBQ ressurgiu em 1996, por iniciativa da Universidade Federal do Ceará, da Universidade Estadual do Ceará e da FUNCAP, sob a coordenação do Prof. Sérgio Melo. Desde o ano 2000 a OBQ é realizada pela Associação Brasileira de Química - ABQ e promovida pelas Universidades Federais do Ceará e do Piauí, tendo alcançado a participação de 27 estados. Em 2008 foi instituída a Olimpíada Brasileira de Química Junior, OBQJr, para estudantes das séries finais do ensino fundamental, como parte do Programa Nacional Olimpíadas de Química.

Origens da IChO

A Olimpíada Internacional de Química teve origem em 1968 com a participação da então Checoslováquia, da Polônia e da Hungria. Logo, outras nações do leste europeu ingressaram na IChO e em 1974 também os países do oeste da Europa aderiram. Os Estados Unidos ingressaram em 1984 e o Brasil, em 1999. Atualmente, participam da IChO estudantes de cerca de 80 países.

Origens da OQSP

Em 1996, foi realizada em São Paulo a IV Maratona Científica em Química durante o 36º Congresso Brasileiro de Química da ABQ. Em 1997 a ABQ-SP organizou a Maratona Regional de Química. Em 1998 a Maratona + Olimpíada de Química do ESP foi credenciada a inscrever seus 40 vencedores na OBQ. O nome Olimpíada de Química do Estado de São Paulo, OQSP, foi adotado em meados do ano 2000, com o lançamento da OQSP-2001.

Informações sobre o modelo singular adotado pela OQSP (seleção por redações, provas baseadas em experimentos, etc.), contexto histórico e resultados foram reunidos em apresentação feita e no 46th World Chemistry Congress da IUPAC : 20 anos de Olimpíada de Química do Estado de São Paulo.



Medalhas conquistadas por paulistas

Medalhas e Redações de Edições Anteriores da OBQ e OQSP

Patrocínio:



Lorene Eurofarma